Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXV

Universidade Aurora Carapinha e José Sá Fernandes recebem prémio Gonçalo Ribeiro Telles

09-11-2021

Aurora Carapinha, arquiteta paisagista e professora da Universidade de Évora, e José Sá Fernandes, antigo vereador do Ambiente da Câmara Municipal de Lisboa, vão receber o Prémio Gonçalo Ribeiro Telles 2021, numa cerimónia que terá lugar na Sala dos Actos do Colégio do Espírito Santo da Universidade de Évora, no próximo dia 11 de novembro de 2021, pelas 16h30.

A cerimónia contará com as intervenções iniciais de Ana Costa Freitas, reitora da Universidade de Évora, e de Maria Teresa Côrte-Real, presidente da Causa Real, a associação que defende o ideal monárquico no nosso país, que fará a apresentação do Prémio que dá nome à figura tutelar da arquitetura paisagista e do movimento monárquico em Portugal, Gonçalo Ribeiro Telles.  

A apresentação dos premiados está a cargo de João Ceregeiro, Presidente da Associação Portuguesa de Arquitetos Paisagistas e de António Guerreiro de Brito, Presidente do Instituto Superior de Agronomia.

De acordo com a nota enviada ao Ensino Magazine, "após a entrega e intervenção dos galardoados, Francisco Ribeiro Telles, intervirá nesta sessão em representação da família e do homenageado".

A cerimónia encerra com uma nota final por Luísa Scmidt, investigadora principal no ICS-ULisboa, onde se dedica à investigação em Sociologia da Comunicação e Sociologia do Ambiente, área em que se doutorou, a coordenar a Linha de Investigação “Sustentabilidade: Ambiente, Risco e Espaço”.

O Prémio Gonçalo Ribeiro Telles é uma iniciativa conjunta do Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa, da Ordem dos Engenheiros, da Causa Real, da APAP - Associação Portuguesa dos Arquitetos Paisagistas e da Universidade de Évora, pretendendo homenagear a visão do Arquiteto Gonçalo Ribeiro Telles. 

O júri, composto por representantes do Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa, da Ordem dos Engenheiros, da Causa Real, e da APAP - Associação Portuguesa dos Arquitectos Paisagistas, incluiu também a Universidade de Évora, através da sua Reitora, Ana Costa Freitas, e Miguel Ribeiro Telles, familiar do arquiteto Gonçalo Ribeiro Telles.

Anualmente são premiadas personalidades que se tenham destacado nas áreas do ambiente e da paisagem e com percursos de vida ligados ao serviço cívico. No último ano, a vencedora foi a arquiteta paisagista Teresa Andresen.

 
Voltar