Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

Ministro da Ciência visita UniLúrio

O Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Daniel Nivagara, instou a UniLúrio a pautar por uma formação de qualidade, agregando cada vez mais competências que são exigidas pela sociedade moçambicana.

Lusofonia na Web ganha selo

O projeto “Lusofonia na Web”, criado pelas professoras da Escola Portuguesa de Macau, Joana Pereira e Paula Silva, foi reconhecido com o Selo de Qualidade ETwinning.

Alunos recebem diplomas

Cerca de 40 alunos da Escola Portuguesa de Moçambique – Centro de Ensino e Língua Portuguesa (EPM-CELP) receberam, na residência do embaixador de Espanha, em Maputo, Diplomas de Espanhol Como Língua Estrangeira (DELE), reconhecidos internacionalmente na candidatura a bolsas de estudo e obtenção de vistos de estudo em Espanha, com validade vitalícia.

Docente da UEM vence prémio

Estevão Mananze, afecto na Escola Superior de Desenvolvimento Rural (ESUDER) da Universidade Eduardo Mondlane (UEM) venceu o concurso ao prémio António Coutinho Science Awards. O prémio é promovido pelo Instituto Gulbenkian de Ciência da Fundação Calouste Gulbenkian, em parceria com a Merck e a Câmara Municipal de Oeiras (Portugal) e visa reconhecer e financiar projetos inovadores e de relevância estratégica desenvolvidos por cientistas de Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa que fomentem colaborações internacionais, a atualização contínua de conhecimento e promovam transferência de tecnologias.

Manuel Machado toma posse

Manuel Machado acaba de tomar posse como diretor da Escola Portuguesa de Macau, para o mandato 2021/24. O docente prossegue, desta forma, para mais um mandato.

Escola Portuguesa distingue Dina Mira

Dina Trigo de Mira, que nos últimos 14 anos dirigiu a Escola Portuguesa de Moçambique (EPM-CELP), foi distinguida pela comunidade escolar, no momento em que terminou as suas funções.

Ligação às empresas é aposta

A Universidade Eduardo Mondlane (UEM) vai manter a aposta na ligação entre a atividade de investigação científica, o setor produtivo e as comunidades.

IPLeiria e Colmeia apoiam Cabo Verde

A Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (ESECS) de Leiria acaba de renovar o protocolo com a Associação de Pais e Amigos de Crianças e Jovens com Necessidades Especiais de Cabo Verde (Colmeia), que visa dar continuidade ao trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelas duas instituições desde 2016, nomeadamente através do Centro de Recursos para a Inclusão Digital (CRID) do Politécnico de Leiria, e assegurar respostas mais adequadas às crianças e adultos com deficiência em Cabo Verde.

Alunos fazem projeto para melhor nutrição

Os alunos de Química do 12º da Escola Portuguesa de Moçambique (EP-CELP) participaram no desenvolvimento de um projeto que teve como objetivo a resolução de um problema de nutrição agravado pela pandemia.

Macau solidário com Cáritas

A Escola Portuguesa de Macau desenvolveu uma ação de solidariedade, no âmbito da Matemática Solidária.

Escola Portuguesa vence Quiz

As turmas “F” e “C”, dos sétimo e oitavo anos do terceiro ciclo do ensino básico da Escola Portuguesa da Moçambique, respetivamente, sagraram-se, nos dias 9 e 11 de junho, vencedoras da edição 2021 do “Quiz de Ciências” promovida pelo seu Departamento de Ciências Exatas e Experimentais.

UEM e Camões juntos

A Universidade Eduardo Mondlane (UEM) e o Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, assinaram , no passado dia 7, um Memorando de Entendimento com vista regular os termos e condições para a criação de um Centro de Língua Portuguesa na UEM (com sede na Faculdade de Letras e Ciências Sociais).

Aluno da UBI vence

O escritor angolano e aluno da Universidade da Beira Interior (UBI), Benjamim M’Bakassy, venceu a terceira edição do Prémio de Literatura DSTAngola/Camões/2021, com a obra ‘Eutópsia eutopia virada do eu-verso’, a qual apresenta como características a originalidade, o esforço e a criatividade desenvolvidos para uma obra que “não é comum, em que se cruzam a dramaturgia e o exercício poético, num discurso literário a todos os títulos de grande qualidade”.

Escola Portuguesa assinala dia da Língua Portuguesa

A Escola Portuguesa de Moçambique – Centro de Ensino e Língua Portuguesa (EPM/CELP) e o Camões – Centro Cultural em Maputo associam-se, pelo segundo ano consecutivo, às comemorações do Dia Mundial da Língua Portuguesa, instituído pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), como o dia 5 de maio, através da edição do livro infantil “Contar histórias com a avó ao colo”.

Macau recorda Shakespeare

A Escola Portuguesa de Macau promoveu, no passado dia 23 de abril, um colóquio sobre Shakespeare e a língua inglesa.

Mondlane e Rússia juntos

A Universidade Eduardo Mondlane (UEM) e a Embaixada da Rússia acaba de assinalar, em Maputo, o sexagésimo aniversário do lançamento do primeiro voo ao espaço.

Portalegre vota em Cabo Verde

Uma das 62 mesas de voto existentes em Portugal para as eleições legislativas de Cabo Verde localizou-se em Portalegre, nas instalações da Junta de Freguesia da Sé e São Lourenço, nos Assentos.

Dia da audição assinalado

Numa época caraterizada pelo confinamento, devido à pandemia do novo coronavírus, a Escola Portuguesa de Moçambique – Centro de Ensino e Língua Portuguesa (EPM-CELP) celebrou, a 3 de março, o Dia Mundial da Audição, com intuito de sensibilizar a sociedade para as dificuldades que as pessoas com surdez (moderada, severa a profunda) têm em aceder à língua falada e escrita da comunidade em que vivem, o que tem reflexos ao nível da produção escrita, da linguagem, da comunicação e das aprendizagens e consequentemente na sua inclusão na sociedade e no mercado de trabalho.