Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

Bolsa de Investigação Santander Universidade de Coimbra tem prémio reforçado 21-01-2021

O Prémio Universidade de Coimbra 2021, considerado um dos galardões mais relevantes em Portugal, foi este ano reforçado com a entrega de uma Bolsa de Investigação Santander, no valor de 15 mil euros, numa área a definir por quem o vencer, para além do habitual diploma anual, que atribui 10 mil euros.
O anúncio foi feito ao Ensino Magazine pelo Santander. Criado em 2004 pela Universidade de Coimbra, com o patrocínio do Banco Santander, o Prémio distingue uma personalidade de nacionalidade portuguesa que se tenha destacado no ano anterior por uma intervenção particularmente relevante nas áreas da Cultura, Economia, Gestão, Inovação ou Ciência, contribuindo de forma inequívoca para o desenvolvimento de pessoas e famílias, empresas e comunidades, no apoio a um crescimento inclusivo e sustentável da sociedade em que vivemos.
Na nota enviada à nossa redação é referido que “no passado já foram premiadas personalidades como o jornalista e crítico gastronómico José Quitério, a coreógrafa e professora Madalena Victorino, o musicólogo e historiador cultural Rui Vieira Nery, ou o cofundador e diretor executivo da Critical Software, Gonçalo Quadros. Na última edição, em 2020, o vencedor do Prémio foi o administrador da Fundação Calouste Gulbenkian, Carlos Moedas, engenheiro civil, economista e antigo Comissário Europeu para a Investigação, Inovação e Ciência”.
O Prémio é atribuído por um júri pluridisciplinar, presidido pelo Reitor da Universidade de Coimbra, Amílcar Falcão, tendo como vice-presidente uma personalidade indicada pelo Banco Santander.
De acordo com a organização, o anúncio público do vencedor acontece a 25 de fevereiro, com a entrega do Prémio a ter lugar a 1 de março, durante a sessão solene comemorativa do 731º aniversário da Universidade de Coimbra.
Recorde-se que o Santander em Portugal, através do Santander Universidades, assume o compromisso de promover as melhores práticas na resposta aos desafios da sociedade portuguesa, sendo já uma referência a nível nacional no que diz respeito à promoção do Ensino Superior, colaborando atualmente com 50 instituições do Ensino Superior. O Banco investe anualmente mais de €7 milhões na área de Responsabilidade Social e Corporativa.
O Banco Santander mantém um forte compromisso com o progresso e o crescimento inclusivo e sustentável, com uma aposta consolidada no Ensino Superior que o distingue das outras entidades financeiras do mundo. Com mais de 1.880 milhões de euros destinados a iniciativas académicas desde 2002 através do Santander Universidades e mais de 430.000 bolsas e ajudas universitárias concedidas desde 2005, foi reconhecida como a empresa que mais investe em Educação no mundo (Relatório Varkey / UNESCO / Fortune 500) com 1.000 acordos com universidades e instituições de 22 países.

Facebook Universidade de Coimbra
 
Voltar