Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXII

Inscrições até 30 de novembro Bolsas Santander Global para apoiar a mobilidade 20-11-2020

O Santander Universidades acaba de lançar a segunda edição das Bolsas Santander Global, em defesa da mobilidade dos estudantes universitários em tempos de pandemia. Em nota enviada ao Ensino Magazine, é explicado que estão disponíveis 250 bolsas destinadas ao apoio a estudantes de licenciatura ou mestrado, inscritos numa Instituição de Ensino Superior beneficiária de mecenato do Banco Santander e aderente ao programa, que pretendam frequentar um período de mobilidade numa universidade no estrangeiro.
As candidaturas decorrem até ao dia 30 de novembro.
Entre as Instituições de Ensino Superior aderentes ao programa contam-se já a Universidade de Coimbra, a Universidade do Porto, a Universidade da Madeira, o Instituto Politécnico de Setúbal, a Universidade de Évora, a Academia Militar, a Escola Superior de Enfermagem de Coimbra, o Instituto Politécnico de Castelo Branco e o ISEL.
As Bolsas Santander Global têm como objetivo dotar os estudantes, com limitações económicas, de um complemento financeiro que vai dos 500 aos 1000 euros, de modo a contribuir para uma situação financeira que os permita seguir os seus programas de mobilidade.
Com esta iniciativa, o Santander pretende incentivar os estudantes a experimentar uma vivência internacional, multicultural e em diferentes geografias e idiomas, enriquecendo o seu currículo académico e preparando-os melhor para um futuro pessoal e profissional que será inevitavelmente de maior proximidade entre pessoas de todo o mundo.
Para além de os estudantes terem de estar matriculados numa instituição de Ensino Superior beneficiária de mecenato do Santander e frequentarem estudos de licenciatura ou de mestrado, contam-se ainda como condições obrigatórias de elegibilidade o mérito escolar – demonstrando aproveitamento no ano académico anteriormente frequentado – e a nacionalidade portuguesa.

Freepik - br.freepik.com
 
Voltar