Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXV

Politécnico IPPortalegre reforça cooperação internacional

16-01-2023

O Instituto Politécnico de Portalegre (IPPortralegre) estabeleceu, ao longo do último ano, 21 novos protocolos de cooperação com instituições de ensino estrangeiras, adiantou ao Ensino Magazine a instituição.

Dos 21 novos protocolos estabelecidos, 17 foram concretizados com instituições de ensino superior do Brasil. Os restantes foram rubricados com a Tunghai University, na China; a Universidad de Congresso, na Argentina; Igor Sikorsky Kyiv Polytechnic Institute, na Ucrânia e a Cebu Technological University, nas Filipinas.

Segundo o Politécnico de Portalegre, o acordo mais recente foi assinado com a Universidade Federal de Goiás (UFG). Sediada no estado brasileiro de Goiás e presente nas cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia e Goiás, a UFG conta com mais de 22 mil estudantes.

O IPPortralegre recorda que já “vinham sendo realizadas trocas de informação entre investigadores e docentes destas duas instituições”, mas com este acordo ficam criadas as “condições para uma cooperação alargada, que inclui a mobilidade de alunos, docentes e investigadores; a participação bilateral em projetos académicos e o desenvolvimento de projetos de investigação conjuntos nas áreas de Ciências Agrárias, Ciências Sociais, Saúde, Tecnologias e Gestão, entre outras ações”.

O Politécnico acrescenta que “estão em curso conversações com outras instituições congéneres do Brasil, Chile, Perú, Colômbia, Estados Unidos, Israel e Índia visando o estabelecimento de novos acordos”.

“As oportunidades de cooperação com estas entidades surgiram dos contactos estabelecidos no ano que terminou, na NAFSA (feira de estudos internacionais, nos Estados Unidos) e no âmbito do projeto de Internacionalização do Ensino Superior Politécnico de Portugal (PPIN)”, refere a instituição.

 
Voltar