Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXV

Multinacional de cibersegurança Fortinet instala-se no IP Guarda

19-05-2022

A Fortinet, um gigante mundial da informática, vai formar especialistas em cibersegurança no InIPG, tornando-o assim num dos primeiros parceiros em Portugal a integrar o programa “Academia Fortinet”. Também a tecnológica portuguesa Securnet irá instalar no Politécnico da Guarda um Centro de Competências. “A aposta nas tecnologias de informação já é uma vantagem competitiva desta Instituição de Ensino Superior do Interior”, afirmou o seu presidente, Joaquim Brigas, na abertura das Jornadas de Engenharia Informática de 2022 realizadas naquela instituição de ensino superior.

“Quanto à Fortinet, o Politécnico da Guarda estabeleceu recentemente uma parceria com este gigante da cibersegurança, tornando-se assim um dos primeiros parceiros em Portugal a integrar o programa ‘Academia Fortinet’”, afirmou Joaquim Brigas. “O Politécnico da Guarda irá formar especialistas na área de cibersegurança, aumentando a sua presença nesta área com grande procura de mercado!”

A Securnet é uma empresa especializada em serviços avançados de consultoria, integração e manutenção e irá instalar-se no IPG, onde criará um Centro de Competências. O IPG, garantiu Joaquim Brigas, irá continuar a sua grande aposta na área das Tecnologias de Informação: “Essa aposta já é, e será mais ainda no futuro, uma vantagem competitiva desta Instituição de Ensino Superior sediada no Interior!”

Recorde-se que nas últimas semanas o IPG passou a acolher nas suas instalações os novos escritórios da consultora tecnológica portuguesa Noesis, a qual se compromete a recrutar recém-licenciados e mestrados no IPG para estágios, estudantes esses que, posteriormente, poderão prosseguir as suas carreiras na empresa. “Ter no Politécnico da Guarda uma consultora de referência do mercado como a Noesis, com uma elevada capacidade de inovação tecnológica, aproxima os nossos estudantes do mundo empresarial e promove a retenção de talento no Interior”, afirmou o presidente do IPG.

 

UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO.

Ainda nas Jornadas de Informática, Joaquim Brigas apelou aos recursos humanos da área da informática para “ambicionarem uma unidade de investigação na área da Informática”. A prioridade dada pelo IPG à engenharia informática “irá seguramente atrair nómadas digitais, os quais poderão escolher a região da Guarda para trabalhar remotamente, beneficiando da sua qualidade de vida e aumentando o rendimento disponível das suas famílias”.

A presidência do IPG tem procurado dar às suas escolas condições, ambiente e meios para que elas associem a formação dos estudantes e a qualificação da mão de obra regional, com transferência de tecnologia e com uma ligação crescente do Politécnico às empresas e ao mercado. “A inovação empresarial é um fator de competitividade que é chave, não só para as empresas, mas também para as instituições de ensino superior como o Politécnico da Guarda”, afirmou.

 

 
Voltar