Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXV

Politécnico Politécnico de Leiria: Carlos Rabadão toma posse como presidente

19-09-2022

Carlos Rabadão toma posse como presidente do Politécnico de Leiria no dia 22 de setembro. A sessão decorre às 15h00, na Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) do Politécnico de Leiria.

A cerimónia será presidida por Pedro Lourtie, presidente do Conselho Geral da instituição, e contará com as intervenções de Rui Pedrosa, presidente cessante, e Carlos Rabadão, presidente eleito. . A sessão prossegue com a nomeação dos vice-presidentes, pró-presidentes e do administrador do Politécnico de Leiria para o mandato do novo presidente da instituição.

O novo presidente do Politécnico de Leiria obteve, no seio do Conselho Geral da instituição, 17 votos, enquanto que Rui Pedrosa que concorria a um segundo mandato, obteve 16.

No seu programa de ação Carlos Rabadão considera que o principal desafio que se coloca ao IPleiria passa por "contribuir para o desenvolvimento do nosso território, formando cidadãos ativos para o futuro, ministrando ensino com relevância social, onde para além do conhecimento técnico-científico se inclui a capacidade de reflexão crítica, a criatividade, a cultura, a inovação e a constante busca pela excelência".

Deste modo, diz, "o IPLeiria cumprirá o desígnio de educar para que cada estudante possa ser protagonista no desenvolvimento sustentado da nossa região, contribuindo para o progresso do país e integrando uma visão global onde a Europa e os países lusófonos ocupam uma posição de destaque".

Carlos Rabadão defende a criação "da Universidade de Leiria e do Oeste". No seu plano de candidatura refere a "a criação de uma Universidade completa, que não se resuma à mera alteração de designação de Instituto Politécnico para Universidade Politécnica e à possibilidade de poder outorgar doutoramentos. O cumprimento deste desígnio aumentará a perceção social da relevância e da qualidade do ensino superior nesta região, atraindo mais talento e mais financiamento competitivo, essencial para a afirmação do nosso território ao nível nacional e internacional".

Na sua candidatura apresentou o lema "Unir para fortalecer, delegar para responsabilizar, ouvir para aprender e conhecer para contribuir: uma liderança a pensar nas Pessoas e na Região”.

 
Voltar