Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXV

Ações de voluntariado pela Ucrânia Alunos do IPCA em alta

13-04-2022

A comunidade do Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA) está a cooperar com os parceiros das Câmara Municipais do Quadrilátero Urbano do Baixo Minho na recolha de bens, assim como ao nível de voluntariado, através da Associação de Estudantes, pois, como refere Paula Tavares, vice-presidente da instituição, "os estudantes percebem a importância de 'estarem envolvidos' e comprometidos com o futuro da Europa, sendo que o exemplo de resiliência do povo ucraniano faz repensar e discutir os valores da Europa considerados como garantidos”

O IPCA mostrou-se disponível para o acolhimento de estudantes que poderão ingressar nos seus ciclos de estudo e concluir a sua formação em Portugal, bem como professores e investigadores para que possam continuar o seu trabalho em Portugal. "O IPCA tem mantido uma estreita comunicação com as Câmara Municipais do Quadrilátero de forma a dar resposta imediata às necessidades que venham a ser sinalizadas" refere a vice-presidente.

Oleksandr Afanasyev está em Portugal desde setembro e faz parte de um grupo de quatro estudantes de nacionalidade ucraniana que se encontram atualmente em mobilidade no IPCA e que têm sido muito ativos no programa de voluntariado da Câmara de Barcelos. Natural de Kherson, cidade do sul da Ucrânia e que já bombardeada, está preocupado, pois a sua família vive ali.

O estudante quer voltar ao seu país assim que a guerra termine e sente-se muito acarinhado pelo nosso país, ainda mais nesta fase de solidariedade. "Estou muito surpreendido e contente com o que Portugal, e outros países, estão a fazer pelo meu país. As ações que estão a ser desenvolvidas cá ajudam muito os refugiados. Essas pessoas são ajudadas a encontrar emprego, estadia, encaminhar as crianças para a escola - é um trabalho muito importante e necessário". E para reforçar esse apoio, o IPCA criou uma página web para acolhimento de estudantes, professores e investigadores. 

 
Voltar