Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

Escola Regresso à escola: 1º ciclo dia 15 de março, 2º e 3º ciclos a 5 de abril, secundário e superior a 19 de abril 11-03-2021

As crianças das creches e os alunos do ensino pré-escolar e do 1.º ciclo regressam à escola no próximo dia 15 de março. O 2º e 3º ciclos voltam a ter aulas presenciais a 5 de abril, enquanto que os ensinos secundário e superior só voltam à escola no dia 19 de abril. Esta decisão faz parte do plano de desconfinamento desenhado pelo Governo.

O anúncio foi feito, dia 11 de março, pelo Primeiro Ministro, António Costa, que referiu ainda ter agrupado o pré-escolar com o 1º ciclo, os 2º com o 3º ciclo, e o secundário com o ensino superior.

O Primeiro Ministro referiu ainda que se mantém o dever geral de confinamento até à Pascoa. António Costa precisou que o dever geral de confinamento, como aquele que tem vigorado, é uma “das regras gerais" que se tem de manter.

 

Atividades culturais

As atividades culturais poderão ser retomadas, faseadamente, a partir de 15 de março, dia em que podem reabrir livrarias, bibliotecas e arquivos.

Ainda no setor cultural a 5 de abril podem reabrir museus, monumentos, palácios, galerias de arte e similares e em 19 de abril teatros, salas de espetáculos e cinemas, sucedendo-se às reaberturas possíveis a partir da próxima segunda-feira.

Também a partir de 19 de abril podem ser retomados os “eventos no exterior, sujeitos a aprovação da Direção-Geral da Saúde”.

A 3 de maio, poderão voltar a realizar-se “grande eventos exteriores e interiores, sujeitos a lotação definida pela DGS”.

 

Atividades desportivas regressam a 3 de maio

 

Outra das novidades divulgadas pelo Primeiro Ministro  Governo permite a prática de todas as modalidades desportivas a partir de 3 de maio, de acordo com o plano de desconfinamento, devido à covid-19.

Desde meados de janeiro, quando foi decretado o novo confinamento, apenas era “permitida a atividade física e o treino de desportos individuais ao ar livre, assim como todas as atividades de treino e competitivas profissionais e equiparadas”.

Assim, de acordo com o plano agora apresentado, a partir de 3 de maio serão autorizadas “todas as modalidades desportivas”, numa data em que serão autorizados “grandes eventos exteriores com diminuição de lotação”.

Em 5 de abril, após a Páscoa, poderão ser praticadas as modalidades de baixo risco, assim como a atividade ao ar livre até quatro pessoas.

As modalidades desportivas de médio risco serão autorizadas a partir de 19 de abril, quando será permitida a atividade física ao ar livre até seis pessoas, a abertura de ginásios sem aulas de grupo e a realização de eventos exteriores com diminuição de lotação.

Esta permissão vai ocorrer um dia depois do Grande Prémio de Portugal de MotoGP, marcado para 18 de abril, no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, que também vai acolher uma etapa do Mundial de Fórmula 1, em 2 de maio, vespera da autorização para “grandes eventos exteriores com diminuição de lotação”.

EM com LUSA
Freepik
 
Voltar

Outras notícias de interesse