Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXII

Ensino profissional Conselho Consultivo da Etepa dá parecer positivo aos planos da Etepa 02-01-2021

O Conselho Consultivo da Escola Tecnológica e Profissional Albicastrense (ETEPA) deu parecer positivo, por unanimidade, aos planos de atividades, de formação e europeu da escola. Reunido, de forma não presencial, no passado diz 17 de dezembro, através da plataforma Zoom, aquele órgão de cariz consultivo, que integra diferentes personalidades ligadas ao meio educativo e empresarial, mostrou-se favorável aos documentos apresentados.

Na reunião o diretor pedagógico da Escola, João Ruivo, apresentou os documentos, tendo também intervindo a diretora financeira, Lurdes Batista, e os docentes Zélia Duarte, Fernando Gomes, Patrícia Nunes e Jaime Barata.

João Ruivo destaca a grande participação dos conselheiros na reunião. “Temos um Conselho Consultivo muito representativo do tecido social da região. Esta reunião de trabalho foi muito importante e permitiu a que os conselheiros dessem sugestões sobre os planos”, explica o diretor da Etepa, que ouviu “elogios por parte do Conselho Consultivo sobre o trabalho que está a ser realizado na escola”

No entender de João Ruivo, “este tipo de reuniões é muito importante, pois é a partir delas que auscultamos a opinião dos representantes da sociedade sobre o projeto formativo da ETEPA e sobre as medidas que estamos a implementar”.

Na reunião foi também destacado o selo europeu de qualidade no âmbito do Quadro de Referência Europeu de Garantia da Qualidade para o Ensino e a Formação Profissionais (Quadro EQAVET), instituído pelo Parlamento e pelo Conselho Europeu. Um selo que foi atribuído à ETEPA, pelo período máximo, pela Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional (ANQEP).

O reconhecimento da qualidade desta escola tecnológica e profissional constitui, segundo João Ruivo, um desafio para que, diariamente, ali se trabalhe no sentido de manutenção e desenvolvimento desta qualidade, dado que a Etepa se assume como uma escola que pretende ser uma referência segundo os padrões nacionais e europeus no que respeita à formação profissional dos seus educandos.

 
Voltar