Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXV

Toda a informação, curso a curso, instituição a instituição CNAES: Primeira fase coloca quase 50 mil alunos no ensino superior

10-09-2022

A primeira fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior colocou já nas universidades e politécnicos portugueses 49 mil 806 novos estudantes. O número foi confirmado ao Ensino Magazine pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Confira aqui curso a curso, instituição a instituição, quais as médias de entrada e as vagas ocupadas e aquelas que transitam para a segunda fase.

De acordo o Ministério o número de alunos colocados é o segundo maior número de sempre.

Da análise dos resultados verifica-se que o número de estudantes colocados em instituições do interior aumenta 6%.

Verifica-se também um aumento de 9% de colocados em competências digitais, ciências dos dados e engenharias aeroespaciais.

Outro dado interessante está relacionado com o aumento de 14% no número de colocados em licenciaturas de Educação Básica.

No que respeita ao contingente especial para estudantes com deficiência, o concurso deste ano também registou o maior número de sempre em vagas ocupadas.

Dos alunos agora colocados, 84% entraram numa das suas três primeiras opções de candidatura.

O Ministério explica, em nota enviada ao Ensino Magazine que “foram já colocados 81% dos candidatos ao Concurso Nacional de Acesso, aumentando a taxa de colocação em quatro pontos percentuais face ao ano anterior e demonstrando um crescente ajustamento entre a procura dos estudantes e a oferta das instituições”.

A tutela acrescenta que “nos cursos apoiados pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), orientados para reforçar a formação superior inicial e o aumento do número de graduados em áreas STEAM (STEAM- Science, Technology, Engineering, Arts and Mathematics) registou-se a entrada de 520 estudantes nos 22 novos cursos, e de 2863 alunos nos restantes 50 cursos já existentes.

O Ministério salienta “o crescimento dos colocados em instituições do interior, bem como o aumento dos candidatos em 1.ª opção para essas instituições”, o que confirma, no entender da tutela, “a importância que os estímulos atribuídos à fixação naquelas regiões está a surtir. Recorda-se que o Governo aprovou no início de agosto um reforço dos apoios sociais atribuídos aos estudantes do ensino superior, tendo em vista assegurar a sua previsibilidade como forma de estimular o acesso ao ensino superior de candidatos economicamente carenciados”.

A segunda fase decorre entre 12 e 23 de setembro.

 
Voltar

Outras notícias de interesse