Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXIII

Atualidade Acesso ao ensino superior: Governo cria mais duas mil vagas em setembro. 21-08-2021

Quase 64 mil estudantes fizeram a sua candidatura à primeira fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior, onde estão disponíveis 52 mil 242 vagas.

Ao Ensino Magazine o Ministério diz que se atingiu um número máximo de candidaturas desde 1996, com 63 mil 878 estudantes candidatos.

O Governo pondera agora aumentar o número de vagas, em mais duas mil, estando em cima da mesa a possibilidade dos alunos terem três dias em setembro para reverem as suas opções, tendo a medida merecido parecer positivo da Comissão Nacional de Acesso ao Ensino Superior. 

Esta medida de aumentar o número de vagas é feita à semelhança do que aconteceu no ano passado. A ideia passa por disponibilizar vagas não preenchidas nos concursos especiais e reservadas para estudantes estrangeiros para o Concurso Nacional de Acesso.

Em nota enviada ao Ensino Magazine, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior refere que "o aumento registado no número de candidatos ao ensino superior público demonstra uma confiança crescente dos jovens e das suas famílias na formação superior, nas instituições e nas vantagens decorrentes da qualificação superior, o que assume particular relevância no contexto do processo em curso de recuperação económica e social na sequencia da crise internacional associada à pandemia de COVID-19".

Para a tutela, "o número crescente de candidaturas ao ensino superior público ganha especial importância no ano em que cresceu, pelo quarto ano consecutivo, o número de diplomados pelo ensino superior, atingindo um novo máximo anual de 86 mil novos diplomas em 2019/2020. Ao mesmo tempo, a taxa de escolaridade do ensino superior da população residente entre os 30 e os 34 anos atingiu os 45,5% no 2º trimestre de 2021, reforçando a tendência crescente dos últimos anos".

Em declarações à SIC, Manuel Heitor, ministro da Ciência e Ensino Superior, refere que a disponibilização de mais vagas nesta primeira fase do Concurso Nacional de Acesso está a ser acompanhada com o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas e com o Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos. O processo será aberto através da Direção Geral do Ensino Superior. O objetivo é que não fique ninguém de fora.

Já ao Ensino Magazine, e na mesma nota, o Ministério estima que "no próximo ano letivo o número total de novos ingressos no ensino superior em todos os ciclos de estudos, públicos e privados, atinja cerca de 90 mil novos estudantes matriculados incluindo Concurso Nacional de Acesso, que representa cerca 2/3 dos ingressos; outras formas de ingresso no sistema público; formações curtas (cursos técnicos superiores profissionais, cTESP); e ingresso no sistema privado".

Para o Ministério, "o aumento no número de candidatos ao ensino superior público segue, assim, em linha com o objetivo de alargar a base social de apoio ao ensino superior e a meta de atingirmos seis em cada dez jovens de 20 anos no Ensino Superior até 2030, assim como alargar as qualificações de toda a população, garantindo atingir 50% de graduados de educação terciária na faixa etária dos 30-34 anos".

Os resultados da 1ª fase do Concurso nacional de Acesso ao Ensino Superior são divulgados no dia 27 de setembro e podem ser consultados AQUI

 

 
Voltar

Outras notícias de interesse