Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXV

Magazine Gamer Magazine Gamer

11-07-2022

Olá, bem vindos a mais um Magazine Gamer. O tema deste mês aborda um novo tipo de consolas portáteis que tem vindo a surgir e/ou serão lançadas este ano. Falo-vos de consolas portáteis com CPU’s de computadores portáteis e que têm como sistema operativo Windows ou SteamOS e uma distribuição Linux. Mas já falaremos disso. O essencial a saber sobre estas consolas é que com elas podes jogar jogos mais antigos a partir de emuladores, mas também jogos feitos para PC. Estes jogos podem ir de jogos Indie, ou com já alguma idade, aos novos graficamente mais exigentes, de acordo com a capacidade do processador de cada consola.
A primeira consola deste género que conseguiu captar a atenção da comunidade gamer, foi a Steam Deck, criada por uma das maiores lojas de jogos online para PC, a Steam. Esta consola tem como sistema operativo o SteamOS, uma versão de Linux feita para que não necessites de usar rato ou teclado para começar a jogar. É também mais fácil de utilizar, visto que é só iniciares sessão com a tua conta da Steam, escolher um jogo e instalá-lo. Com esta consola és capaz de jogar jogos menos e mais exigentes, como God of War ou Elden Ring. Ainda poderás instalar Windows para que esta consola se torne num verdadeiro computador e assim jogares jogos que não estão na Steam. O preço é um pouco salgado, mas justo para a performance que recebes, começando nos 419 euros para a versão com 64 GB de memória eMMC.

Mas não te preocupes, pois ainda este ano ou no próximo irão sair outras consolas deste género de empresas como a Anbernic, cujo o seu Win 600, com o processadores da AMD 3050e ou 3020e, compatível com SteamOs, já chegou ao mercado por 300 dólares. Muitos outros chegarão ainda este ano de empresas como Aya Neo ou Ayn, que terão as suas consolas a começar a custar menos de 300 euros. É sem dúvida um bom momento para ser gamer e há muito para estar excitado.

Afonso Carrega
Aluno do Ensino Secundário
 
Voltar