Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Diretor Fundador: João Ruivo Diretor: João Carrega Ano: XXV

Cultura António Lourenço Marques lança novo livro

22-07-2022

O médico António Lourenço Marques, pioneiro na implementação dos cuidados paliativos no nosso país, apresentou, no passado domingo, no salão nobre da Junta de Freguesia de Souto da Casa, o seu novo livro de poesia “COmo afRONtA à VIda e bRUmaS”.

Com a chancela da RVJ Editores, a obra apresenta no seu título letras maiúsculas, que lidas no seu conjunto dão a palavra coronavírus.

O livro, escrito durante a pandemia, foi apresentado pelo escritor Manuel da Silva Ramos, que elogiou o autor e a obra. “As pessoas que gostam de livros são grandes seres humanos”, começou por frisar, referindo-se a António Lourenço Marques. “Este é um livro de grande sensibilidade, que tem a força dos momentos vividos”, disse.

Perante um salão que foi pequeno para acolher tantos quantos quiseram marcar presença na sessão, António Lourenço Marques, com a humildade e dimensão humana que o carateriza, lembrou que todos os poemas estão datados. E na sua nota de abertura, explica: “a afronta à vida e brumas, que o vírus espalhou, é mote para o exercício de breves registos, que aqui se apresentam. Foram escritos durante a Pandemia. As datas são precisas. E a Poesia o que é? Pode até nem ser poesia, e nem gostarmos! Cabem nela, talvez, os versos líricos, íntimos, de amor; os terrenos, que sondam; os que clamam pelas injustiças; os que experimentam a própria poesia. O quotidiano, esse, poderá também sempre entrar. E os instantes que não voltam. Ah! Mas as palavras seguram-nos”.

Maria das Dores Ladeira, presidente da Freguesia de Souto da Casa, terra natal do autor, salientou aquilo que o autor representa para a região, lembrando que António Lourenço Marques é “alguém que está sempre disponível para as pessoas”, acrescentando que a publicação do livro é um momento muito importante para a promoção da cultura na freguesia e na região”. De resto, a Junta ofereceu a todos os presentes um exemplar da obra.

Miguel Cardoso, em representação do presidente da Câmara do Fundão, enalteceu o percurso do autor e a importância deste novo livro. Já antes, o editor do livro, João Carrega, referira a dimensão profissional e humana do autor, mas também a qualidade da sua poesia.

Neste livro, os poemas são acompanhados por fotografias, também da sua autoria, e ilustrações, à semelhança dos dois livros anteriormente editados.

Recorde-se que António Lourenço Marques venceu o prémio nacional de poesia António Patrício, atribuído pela Sociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos (SOPEAM), pelo livro “Rudimentos”, editado pela RVJ - Editores. Um prémio conquistado em 2014 que é o principal galardão atribuído por aquela entidade na categoria de poesia.

 
Voltar